Roteiro de 10 dias pela África do Sul – Parte I

A África do Sul é um país incrível e, acredite, 10 dias é muito pouco pra aproveitar todas as belezas que aquele país oferece, mas se você, assim como nós, tem pouco tempo disponível, nós os encorajamos a se jogar mesmo assim. Apesar de sair de lá com um gostinho de quero mais, ainda assim vale muito a pena e já vai dar pra aproveitar muito o que a África do Sul tem pra nos oferecer. No final do post (na parte II) ainda falaremos sobre as opções que deixamos pra trás, mas que super merecem ser incluídas em qualquer roteiro… acompanhe conosco.

 

 

Com as super promoções de passagens para lá, e com um custo de vida muito semelhante ao nosso no Brasil, essa viagem ainda se mostra uma opção relativamente barata. Se quiser saber como planejamos a viagem e os nossos custos, veja aqui:

1° Dia – Chegada em Cape Town

Fomos de South African Airways e eu (Liany) fui alguns dias antes do Guinho. Saí de São Paulo as 18h, fiz escala em Johanesburgo e cheguei na Cidade do Cabo as 11h do horário local (5h à frente de São Paulo). O transporte público parece funcionar bem na cidade, mas infelizmente eles estavam em greve no dia que cheguei, então tive que usar taxi mesmo, mas os preços são mais baixos que no Brasil (ou em São Paulo pelo menos) e o uber funciona muito bem. Nesse dia, tudo que consegui fazer foi fazer check-in no hostel, almoçar e caminhar pela centro da cidade, pela Long Street (uma das ruas mais badaladas a noite) e pelo Waterfront – que é realmente lindo. Vale muito a pena. A Cidade do Cabo não é uma cidade muito segura para se andar a noite, por isso, resolvi voltar antes do escurecer e jantei no próprio hostel. Aliás, adorei esse hostel, é o 91 Loop Street e para quem gosta de ficar em hostel, esse é super recomendável, fica bem no centro da cidade, muito limpo e agradavel e tem restaurante e bar com bons preços .

 

 

2° Dia – Cape of Good Hope e Cape Point

Passeio imperdível pela beleza e, lógico, pela história, quem não leu Camões falando sobre o Cabo das Tormentas na escola? Há várias agências que fazem esse passeio, mas se você tiver alugado um carro, pode fazer ele por conta, mas é bem longinho, por volta de 1h30 do centro da Cidade do Cabo. Estava com vários amigos com carro alugado, então fomos por conta. No caminho, pode-se dar uma parada na Boulders Beach, a famosa praia dos pinguins. Cobra-se uma entrada de R70 (+- R$18,00), e não podemos entrar na praia para não afetar os pinguins, mas tem uma grande passarela por toda a extensão da praia pra ver os pinguins africanos e alguns ficam bem pertinho. Mas os famosos “selfie stick” são proibidos lá, então esqueça aquela foto que você já tava planejando com o pinguim em primeiro plano rsrs, mas tudo bem, foi bem legal mesmo assim.

De lá, já seguimos para o Cape Point. A vista é linda e dá pra entender porque chamava Cabo das Tormentas, venta que é um absurdo naquele lugar, logo imaginei o quanto chove por lá também, conseguia ver vários pontos de chuva ao longe. Dá pra ir caminhando até o farol e tem uma trilha mais perto da costa do mar de uns 15 minutinhos. A vista é incrível. Para ir até o Cabo da Boa Esperança, a caminhada são mais 45 minutos de ida e 45 minutos de volta mas dá pra ir de carro também. A beleza do Cape Point é bem mais incrível, mas mesmo assim adorei estar naquele lugar que ouvi tanto nas aulas de história na escola.

Uma coisa sobre esse lugar, é lotado de babuínos, tinha lido nas placas, mas não tinha visto nenhum até a hora de ir embora. Eles são espertos e chegam por volta das 16h que é quando as pessoas estão indo embora e abrindo as portas dos carros, e eles entram pra roubar comida. Um deles entrou no nosso carro e ficou segurando o volante… Morri de rir. Ele ainda procurou por comida no porta luvas mas foi embora quando não achou nada. Mas vi outros dois roubando pacotes de salgadinho de outros carros e comendo no meio da rua, sem se incomodar se estavam atrapalhando alguém. Eles não são muito sociáveis, então melhor não chegar muito perto ou alimentá-los mas se você andar sem mexer com eles, eles também não se incomodarão com a sua presença.

 

 

Na volta, voltamos parando em algumas praias e vimos o sol se pondo no mar em uma delas. Foi bem bonito. Nesse dia, aproveitamos pra jantar no Waterfront.

3° Dia – Free Walking Tour e Wine Tasting 

Pela manhã aproveitei pra fazer um free walking tour. Adoro fazer esses tours. Geralmente eles são oferecidos por qualquer hostel, não tem um valor fixo e costumam durar entre 1 e 2h. Os guias são sempre muito bacanas e divertidos e dá pra conhecer muito da história do país nesse tempo. No final, você dá um gorjeta no valor que achar conveniente. Cape Town oferece uns 4 tours, eu fiz o histórico e adorei. Várias coisas que não sabia sobre o país, como ter 3 capitais por exemplo e várias informações sobre o apertheid que também desconhecia. A tarde, já fui para a vinícola que ficaríamos nos próximos dois dias, onde finalmente encontrei o Guinho, e fizemos um wine tasting. Ficamos no Lovane, e super recomendamos. Fica na região de Stellenbosch e a vista do quarto é de outro mundo. Café da manhã e atendimento excepcionais e fora o conforto do quarto. Além disso, eles não vendem os vinhos deles em supermercados ou em qualquer lugar, se quiser um vinho deles, você precisa ir até lá. E eles são deliciosos. Trouxemos dois pra casa hehe!!!

 

 

4° Dia – **Passeio pelas Vinícolas e Wine Tasting

Na realidade, nós tínhamos um casamento nesse dia, que foi na região de Stellenbosch, mas recomendaríamos usar esse dia para fazer um tour pelas vinícolas e wine tasting. Nesse dia, pela manhã fomos em um mercado legal, que muito nos lembrou os Biergarten da Alemanha, muito agradavel e todo ao ar livre. Foi bem Gostoso.

Para continuar acompanhando o nosso roteiro de viagem pela África do sul, clique aqui na parte II .

 

 

 

 

31 thoughts on “Roteiro de 10 dias pela África do Sul – Parte I

  • May 15, 2017 at 1:55 pm
    Permalink

    A África do Sul é incrível!!! Está na minha lista de destinos a serem visitados em breve!

    • May 19, 2017 at 12:30 pm
      Permalink

      Você vai se encantar!!! Vá sim, o lugar tem mais coisas incríveis do que imaginamos.

  • May 15, 2017 at 3:05 pm
    Permalink

    Ta aí um lugar que quero conhecer!! Uma riqueza cultural muito grande, além de lugares maravilhosos!! Parabens pelo post!!

    • May 19, 2017 at 12:30 pm
      Permalink

      Obrigada Jaqueline pela visita e que bom que gostou do post e se interessou pelo local. Já publicamos a parte II caso tenha interesse

  • May 15, 2017 at 5:55 pm
    Permalink

    Ótimo roteiro! Meu pai foi pra lá e adorou, ainda não tinha pensado em colocar esse destino no meu roteiro, mas realmente é belíssimo! Parabéns pelas dicas.

    • May 19, 2017 at 12:31 pm
      Permalink

      Comece a pensar Julia!! Você vai amar, tem coisas pra todos os gostos lá e é um país que tem sido muito procurado nos últimos tempos.

  • May 16, 2017 at 1:55 am
    Permalink

    Já li que a África do Sul tem uma das cidades mais lindas do mundo: a Cidade do Cabo junto com RJ, Sydney e mais outras duas que não me lembro agora… só a Table Mountain já arrasa né?? Se Deus quiser vou conhecer em brevr.

    • May 19, 2017 at 12:32 pm
      Permalink

      A Cidade do Cabo é maravilhosa, achei muito parecida com o Rio de Janeiro, tem muita montanha linda e o contraste com o mar faz tudo ficar mais bonito.

  • May 16, 2017 at 7:23 pm
    Permalink

    Muito show essa trip, ótimas e completas dicas, quero um dia conhecer, os babuínos devem ser demais “assaltando” os carros hahahah

    • May 19, 2017 at 12:36 pm
      Permalink

      Sim Paulo, me encantei pela África, ainda vou querer visitar outros países por lá!!! Muito obrigada pela visita

  • May 17, 2017 at 12:57 am
    Permalink

    Já vi uns babuínos enormes na Ásia, meio assustadores com aquelas garras.. kkk.. mas de longe, até que são fofos! kkk .. Eles são muito espertos e sabem a hora certa de chegar junto. Gostei muito das dicas sobre Cape Town. Não sei ao certo quando eu poderia visitar o sul da Africa, mas com certeza, voltarei aqui para rever todas as dicas. Bjao

    • May 19, 2017 at 12:37 pm
      Permalink

      Deve ser interessante. Realmente sei que a Ásia possui muitos safaris também e deve ser bem legal. Que bom que se interessou por Cape Town e quando puder fazer essa viagem, só nos avisar, ficaremos super felizes de saber.

  • May 17, 2017 at 4:14 pm
    Permalink

    Nossa, com certeza vale a pena! A África do Sul já está na minha lista de desejos!! Quero ver a parte II e me programar para quem sabe ir loguinho rsrsrs!!!!

    • May 19, 2017 at 12:38 pm
      Permalink

      Que bom Lorena. A parte II já está no ar! Também espero que você consiga ir logo e aproveite bastante. Obrigada pela visita

  • May 17, 2017 at 7:41 pm
    Permalink

    Muito legal… quero muito conhecer a África do Sul e já salvei seu post aqui para quando essa hora chegar 🙂

    • May 19, 2017 at 12:39 pm
      Permalink

      Que legal Diana! Aproveite essa vontade e os preços baixos e vá. Com certeza não irá se arrepender.

  • May 17, 2017 at 11:23 pm
    Permalink

    Que viagem incrível!!! África do Sul tem tanto para ver que acho que só passando 10 dias mesmo! Já vou ver a parte 2, muito bom!!

    • May 19, 2017 at 12:40 pm
      Permalink

      Nossa ainda achamos pouco os 10 dias, mas melhor que não ir rs. A parte II já está no ar! Espero que goste.

  • May 18, 2017 at 1:51 am
    Permalink

    África do Sul deve ser um destino incrível! fazer um safari então….no mínimo 10 dias :). Excelente post.

    • May 19, 2017 at 12:41 pm
      Permalink

      É realmente incrível Alexandre. E o Safari foi demais realmente. Obrigada pela visita e espero que goste da parte II. Ela já está no ar.

  • May 18, 2017 at 2:00 am
    Permalink

    Conheço tao pouco da África do Sul, seu post me incentivou a ler mais sobre esse destino!!
    Nunca ligaria vinícolas com a África! Amei o relato!

    • May 19, 2017 at 12:42 pm
      Permalink

      Pois é, acabamos não lendo muito sobre países que a princípio não nos interessam conhecer né e as vezes acabamos nos surpreendendo. Também já passei por isso, mas que legal que você leu aqui e acabou te interessando, quem sabe você não programa uma viagem pra lá em breve.

  • May 18, 2017 at 12:32 pm
    Permalink

    Este lugar está na minha lista de passeios a serem feitos até 2019.. vamos ver..rsrs Achei incríveis as dicas e agora sabendo das vinícolas..hummm aumentou a vontade..

    • May 19, 2017 at 12:43 pm
      Permalink

      Que bacana Maria Carolina, coloque sim na lista e comece a pensar. Precisando de qualquer outra dica, só nos avisar 🙂
      Obrigada pela visita e se quiser ler a parte II, já está no ar.

  • May 18, 2017 at 2:28 pm
    Permalink

    Já fui p África do Sul mas muito corrido. Preciso voltar com mais tempo p/ ver tudo isto que vocês mostraram. Ótimo post!
    Abs, Marlise

    • May 19, 2017 at 12:44 pm
      Permalink

      Onde você conheceu Marlise. Que pena que foi corrido, mas você gostou mesmo assim? Espero que possa voltar e aproveitar um pouco mais do lugar.

  • May 18, 2017 at 10:14 pm
    Permalink

    A África do sul está em alta, e adorei em especial o primeiro dia com aquele view top de lindo, e lógico como sou apreciadora e adoro demais os bons vinhos deve ter sido ótimo degustar os Sul- Africanos!!!

    • May 19, 2017 at 12:45 pm
      Permalink

      Chistine então você vai gostar muito desse lugar. Tem muito vinho e muito passeio por vinícola, encantador. Fora as belezas naturais. Cape Town realmente encanta.

  • May 18, 2017 at 11:12 pm
    Permalink

    Quero muito conhecer … achei tudo incrivel,cada foto que eu vi no seu post reforçou esta vontade. Parabéns por tudo ,adorei.

    • May 19, 2017 at 12:46 pm
      Permalink

      Que bacana. Vocês vão adorar com certeza se tiverem oportunidade de ir. Precisando de dicas só nos avisar

  • May 20, 2017 at 12:33 pm
    Permalink

    Muita vontade de conhecer a África do Sul!! Seu post me deixou mais encantada ainda.. adorei tudo 😉

Comments are closed.