Roteiro de 10 dias pela África do Sul – Parte II

Se você leu a parte I do nosso roteiro, nas linhas abaixo continuaremos contando o que mais fizemos nesse país incrível que é a Africa do Sul e o que mais gostaríamos de ter incluído nessa viagem.

Continuando então com o nosso dia-a-dia:

5° Dia – Robben Island

Começamos o dia um pouco mais tarde, porque estávamos meio mortos (e de ressaca rs) do casamento que fomos no dia anterior (na parte I contamos que fomos para a Africa devido a um casamento lá), mas chegamos de volta na Cidade do Cabo por volta das 13h e tínhamos a Robben Island agendada para as 15h, que é o último horário. DICA IMPORTANTE: o barco que vai pra Robben Island tem 300 lugares e está sempre lotada. Reserve com antecedência, porque se deixar pra comprar lá você pode acabar não indo. Alguns amigos queriam ir com a gente, mas já não tinha ingressos a venda até a próxima semana. O barco tem lugares dentro e fora na parte de cima, infelizmente na ida não conseguimos ir em cima, mas na volta… tiramos fotos incríveis vendo o pôr do sol do barco.

Chegando na ilha, primeiramente fazemos um passeio de ônibus para conhecer toda a ilha, e lá conseguimos ver mais pinguins S2. Depois, o ônibus nos deixa na prisão de segurança máxima para conhecer. As duas partes são guiadas e muito bem explicado sobre tudo que já aconteceu ali e como surgiu. Na parte da prisão, o guia é um ex-presidiário, e ele conta sobre tudo que ele passou e as torturas que sofreu, é impressionante. Te faz pensar muito em como eles sobreviveram ali. Todos eram obrigados a trabalhar de dia mas estudavam a noite, uma força de vontade e tanto.

Recomendamos esse horário para visita, porque na volta, é possível ver o sol se por atras da ilha. É um passeio mais caro que os outros – R320,00 (+- R$ 80,00) – mas vale muito a pena!

6° Dia – Table Mountain, Camps Bay Beach e Lions Head

Esse dia foi puxado rs. Queríamos muito fazer a trilha da Table Mountain, tem um bonde que chega no topo, mas não é a mesma coisa. Tem milhares de trilhas para chegar lá, dizem que a mais bonita é uma que dura 4h, passa por vários lagos no caminho. Estavámos loucos pra fazer essa, mas ainda queríamos fazer a Lions Head no mesmo dia, então optamos por subir uma mais curta, de 1h30 mais ou menos e descer de bondinho. O parque abre as 8h, e para chegar lá o modo mais fácil de uber ou taxi (para duas pessoas acaba saindo mais barato o uber do que o transporte público).

Começamos a trilha quase 9h e já estavam um calor de matar qualquer um. A trilha é inteira aberta, não se acha pontos de sombra praticamente e ela é subida o tempo inteirinho com degraus feitos de pedra. Não é muito fácil mas nada muito difícil também. Sofremos mesmo pelo calor. Não se esqueça de levar água com você se for fazer a trilha, bebemos mais de 3L só subindo. Lá em cima dá pra andar horas, a montanha é enorme e como é um plato, é muito tranquilo andar lá em cima. Nem preciso dizer nada sobre a vista né? De tirar o fôlego. Mais perto de onde tem o bondinho há uma grande estrutura com mirantes, lojinhas de souvenirs, lanchonete e banheiro. Almoçamos lá em cima e descemos de bonde pra ganhar tempo (R135,00 / +- 35,00 por trecho).

O plano era ver o pôr do sol na Lions Head, então como tínhamos umas 2h ainda, fomos pra praia pra relaxar um pouco. A Camps Bay é bem bonita mas entrei na água por menos de 1 minuto rs, água congelante. Acho que veio direto do Polo Sul hahaha.

As 16h30 começamos então a subida pra Lions Head. Trilha relativamente tranquila. Mais plana e só no final tem uns trechos de “escalaminhada”, mas muito bem sinalizada e já com os ganchos pra colocar o pé, então em menos de 1h dá pra subir. Tentamos achar a “Wally’s Cave”, que já tínhamos visto foto e parecia muito legal, mas não conseguimos achar. Se continuássemos procurando íamos acabar perdendo o pôr do sol aí desistimos.

 

Agora assistir o pôr do sol lá de cima… é imperdível. O sol se põe no mar e é um espetáculo da natureza. Lindo demais. Achei interessante porque não é rápido igual aqui, ele demora quase meia hora se pondo rs. Pra descer a trilha foi tranquilo só com as luzes do celular mas se tiver uma lanterna de cabeça ajuda, porque como tem os trechos de escalaminhada, não dá pra ficar segurando o celular.

7°, 8° e 9° dia – Safari no Kruger

Decidimos por fazer 3 dias de Safari. Saímos da Cidade do Cabo para Johanesburgo e de lá fomos de carro alugado para o Kruger.

Essa é outra experiencia a parte e se quiser saber mais sobre ela, acesse aqui.

10° dia – Museu do Apertheid em Johanesburgo e volta ao Brasil

O nosso vôo era as 21h então tivemos meio período para conhecer Joanesburgo, mas tínhamos chegado quase meia noite no dia anterior depois de dirigir quase 10h rs então estávamos meio mortos. Infelizmente Joanesburgo não é muito agradavel, é uma cidade muito organizada, mas estava bem suja e, como sabemos sobre os problemas de segurança na cidade, não nos arriscamos muito por aí. Mas conhecemos o Museu do Apertheid e foi muito mais do que qualquer coisa que imaginava. O museu é todo organizado em ordem cronologica e conta tudo que aconteceu naqueles anos. além disso, na entrada, somos randomicamente divididos entre negros e brancos e temos que entrar em alas separadas para sentirmos um pouco de como era viver naquela época. No final, havia uma exposição da vida do Mandela! Me marcou muito essa viagem no tempo e pude sentir, pelo menos um pouco, do que aquele povo viveu.

Bom de la só almoçamos, fomos comprar lembrancinhas e depois direto ao Aeroporto.

Acho que só pelas fotos já da pra ver o quanto o país é incrível e cheio de cultura, além de uma beleza natural de página de revista.

Gostaríamos ainda de ter incluído:

1-) Viagem de carro de Cape Town ate Porto Elizabete pela Garden Route;

2-) Passeio pelo Blyde River Canion (fizemos nosso caminho de volta pela estrada dos canyons e já foi demais, mas visitá-los e fazer as trilhas lá dentro deve ser de outro mundo);

3-) Gostaríamos de pelo menos mais um dia no Safari;

4-) Pelo menos mais um dia em Joanesburgo para conhecermos Soweto;

Ah sim e pra quem pode, incluir uns dias nas ilhas paradisíacas que tem ali perto como Mauricio ou Seicheles não seria nada mal hem

Se você pensa em ir pra África do Sul, nossa dica é… se joga. Espero que tenhamos ajudado na sua decisão ou planejamento e se pudermos colaborar com qualquer outra coisa, só deixar nos comentários!!

Até 🙂

16 thoughts on “Roteiro de 10 dias pela África do Sul – Parte II

  • May 20, 2017 at 9:59 pm
    Permalink

    Tá aí um lugar que pretendo visitar em breve!! A África do Sul é maravilhosa!! Amei o post, as girafinhas são uns amores hahaha

  • May 23, 2017 at 12:59 am
    Permalink

    Adorei os post sobre a África do Sul! Deve ser incrível!!! estou na fase de preparativos pra viagem tb, pois vou fazer um intercâmbio em Cape Town, pensa na ansiedade… adorei a dica de ir no último horário para a Robben Island. E o por do sol na Lions Head parece maravilhoso mesmo. Bjooo

  • May 23, 2017 at 6:02 pm
    Permalink

    Quanto mais eu leio sobre a África do Sul mais vontade tenho de ir! Mas pelo visto é muita coisa pra conhecer né?

  • May 23, 2017 at 6:59 pm
    Permalink

    Que maravilha de série sobre a África do Sul, super completo, com dicas úteis e importante para os viajantes. Parabéns!!! Quando eu tiver uma viagem marcada pra lá, passarei aqui novamente pra anotar tudinho! As fotos estão lindas.

  • May 23, 2017 at 7:26 pm
    Permalink

    aaaah, cada paisagem maravilhosa, uma vista mais linda que a outra… e o safari, Meu Deus!!! Nunca tinha em empolgado muito em conhecer a África, mas seus posts já me convenceram… quero muito!

  • May 23, 2017 at 7:45 pm
    Permalink

    que lugar incrível Robben Island essa pedras parece até um quadro, muito interessante a prisão ainda mais contato por um guia que vivenciou aquilo tudo, ficou show

  • May 23, 2017 at 9:26 pm
    Permalink

    Que pôr do sol incrível e que foto de anoitecer maravilhoso, com as luzes da cidade lá no fundo!! adorei!!! pena que não dá para curtir a praia, né??

  • May 24, 2017 at 12:22 am
    Permalink

    Nossa, você me mostrou a riqueza e a beleza da Africa do Sul…que destino incrível! Amei o roteiro de vcs!

  • May 24, 2017 at 6:02 pm
    Permalink

    Sério que ainda tem tudo isto p ver na África do Sul? Eu li o primeiro post e achei que já tinha perdido um monte de coisas. Agora então vou ter que voltar lá urgente!!

  • May 24, 2017 at 10:22 pm
    Permalink

    Quando li a parte 1 já meu apaixonei pelo destino, agora com a parte 2?! O que fazer? Correr pra lá… Que post show, super completo… Parabéns

  • May 25, 2017 at 12:00 am
    Permalink

    Adorei os posts sobre a África do Sul! Ainda não fui, mas tenho certeza que deve ser maravilhoso..essas fotos me deixaram com muita vontade de conhecer!

  • May 25, 2017 at 12:15 am
    Permalink

    Estou babando nessas fotos de vocês e parabéns por encarar essas trilhas longas abertas e a céu aberto e sol na cabeçinha, agora para ver esses sunsets tudo vale a pena!!!
    Arrasaram no roteiro da África, muito completo!!

  • May 25, 2017 at 12:37 am
    Permalink

    Já tinha lido a parte 1 e adorado, lendo agora a parte 2 estou ainda mais encantada com o roteiro de vcs!! A África do Sul é incrível, obrigada por compartilhar!!

  • May 25, 2017 at 1:29 am
    Permalink

    Dez dias incríveis e inesqueciveis ne?? Que lugar show… quanta coisa legal pra fazer. Lindas fotos… parabéns pelo post. Mil bjs

  • May 25, 2017 at 1:34 am
    Permalink

    Que lugar incrível! Achei o pôr do sol sensacional! Valeu cada subida e a escuridão da volta!!!! E quanto aos animais…. tenho medo..rs

  • May 25, 2017 at 3:28 am
    Permalink

    Liany, estou simplesmente AMANDO essa sequência de posts de vocês sobre a África do Sul.

    Eu sei que vocês ficaram 10 dias, mas a minha dúvida é: acham que seria melhor ficar mais? se sim, quantos?

    Beijos!!!

Comments are closed.