Planejando uma viagem à Amazônia

Olá pessoal,

Acabamos de voltar da Amazônia, por isso a nossa ausência por um período!
Tivemos uma experiência que considero que todo brasileiro deveria ter. Nosso país é cheio de belezas naturais e de riquezas culturais. Estávamos acompanhados de uma amiga inglesa e ela também ficou encantada com tudo que vivemos e vimos. Com esse post, iniciamos a nossa série de posts sobre a Amazônia e, espero que com eles, também faça vocês se apaixonarem pelo norte do nosso país.

Bom, então vamos começar com o nosso planejamento. Essa foi – de longe – a viagem mais difícil que já planejei. Isso porque tive muita dificuldade de achar informações na internet. A maioria das coisas lá ainda funciona bem longe da internet, tanto que tivemos alguns percalços no caminho, por isso, acho que esse é o post mais importante aqui.

Logo de cara, já sabíamos que queríamos descer o rio amazonas de barco, por isso já compramos as passagens de ida a Manaus e volta por Belém, dessa forma, teríamos que organizar os dias da viagem de barco (que já sabíamos que seria por volta de 5 dias) para então planejarmos o restante das coisas.
Entretanto, não achava informações do barco em lugar nenhum, o site da amazon star é o único que contém dias e horários no site, mas existem outros vários barcos. Mesmo ligando nos portos, eu não consegui uma informação muito precisa dos dias e horários.

Aí sei que você está esperando que agora eu passe um contato excelente e todos os seus problemas estarão resolvidos, mas infelizmente não achamos nada mesmo e compramos as passagens de barco somente quando chegamos em Manaus. Massss, dica importante: alguns hotéis ou hosteis emitem as passagens. Então vale a pena ligar para o hotel que você agendar e ver se eles conseguem emitir pra você. No geral, os barcos de Manaus a Belém saem quase todos os dias, exceto domingo, ao 12h. Pode ser que algum dia ele não saia e você tenha seu planejamento furado. Além disso, queríamos dar uma parada em Santarém e conhecer Alter do Chão, então fomos de barco de Manaus até lá e gostaríamos de seguir de Santarém até Belém de barco também. De acordo com meu planejamento, chegaríamos lá numa segunda e já tinha lido que havia barcos 3x por semana de Santarém para Belém, o que nos permitiria ir ou terça ou quarta ou quinta, mas quando chegamos lá (na segunda mas quase 6h depois do previsto rs), vimos que o próximo barco só sairia na sexta feira, único dia que já não dava mais pois são quase 3 dias de viagem, então chegaríamos somente na segunda e nosso vôo pra São Paulo era na terça, ou seja, não conseguiríamos aproveitar por lá (nossa idéia era ir até a Ilha do Marajó)… Por esse motivo, decidimos comprar uma passagem aérea mesmo, o que lógico foi bem caro por ser comprada de última hora.

Bom, minha dica então é. Se você fizer questão da viagem de barco, tente contactar os hostéis ou hotéis para emitir a passagem com antecedência e se não for possível, tente se programar com uma certa flexibilidade. Caso não faça questão da viagem de barco, comprando com antecedência, você pode conseguir um bom preço nas passagens aéreas. Também existe opção de lanchas rápidas, mas também não da pra agendar ou comprar on-line. Não tem lancha direto de Santarém pra Belém mas dava pra ir pulando de cidade em cidade.

Com relação ao restante das coisas, foi mais tranquilo! Queríamos muito e muito ficar num hotel de selva, e escolhemos o Tariri Amazon Lodge, leia aqui pra saber mais sobre essa experiencia. Também queríamos um dia em Manaus pra conhecer o centro histórico e um dia em Presidente Figueiredo, que poucas pessoas conhecem, mas tem mais de 100 cachoeiras catalogadas e fica a apenas 70km de Manaus.

No Pará, além de Alter do Chão, fazíamos muita questão de conhecer a Ilha do Marajó e um pouco de Belém, que já sabia que tem coisas fantásticas além da Amazon Beer, que eu adoro rs!

Nossa programação então ficou assim:

Reservei todos os hostéis de modo que eu pudesse cancelar ou alterar a reserva, já que meu planejamento podia acabar furando (o que efetivamente aconteceu e tivemos que trocar as datas de vários hostéis), mas no final tudo deu certo.

Nos próximos posts, vamos contar como aconteceu cada etapa dessa viagem e todos os nossos parceiros que nos ajudaram a fazer essa experiencia ainda mais incrível.

A parte da viagem que todos esperam segue agora. Nossa planilha de custo por pessoa é essa abaixo. Como já fomos, ela está bem atualizadinha, com os valores que efetivamente gastamos.

*Nessa viagem, fechamos algumas parcerias, o que nos deu alguns descontos ou cortesias, mas os custos abaixo refletem o valor integral que teríamos gasto mesmo sem nenhuma parceria. O que, vamos combinar, pra uma viagem de 15 dias está bem bom!

Espero que gostem dos próximos posts e que se animem pra conhecer essa parte linda do nosso país.

 

13 thoughts on “Planejando uma viagem à Amazônia

  • August 14, 2017 at 6:52 pm
    Permalink

    Post de utilidade pública, pois como você mesmo disse não é fácil achar informações sobre essa região! Acho incrível como muitas pessoas não se interessam por conhecer essa região! Eu quero muito!

    Reply
  • August 17, 2017 at 4:13 pm
    Permalink

    Adorei… Estou seriamente cogitando Amazônia como um dos destinos para 2018. Pensei em um roteiro que incluísse Manaus e depois um hotel de selva, como o que vocês ficaram. Achei que não fosse uma viagem difícil de planejar, mas agora foi bom saber pra eu começar a pesquisar!

    Reply
  • August 18, 2017 at 2:27 pm
    Permalink

    Uma pena não termos muita informação sobre esse trajeto que vc fez na internet. Ainda bem que teremos seu relato por aqui. Confesso que nem sabia que havia esse passeio de barco pelo rio. Fiquei com vontade agora!!

    Reply
  • August 19, 2017 at 1:11 am
    Permalink

    Achei ótimo ter acessos aos custos, assim temos base de quanto gastar na Amazônia, acho difícil de conseguir informações de alguns valores de passeios.
    Adoraria hospedar na selva, essa é uma trip que desejo muito a fazer. Adorei as dicas super precisas, estou aguardando os próximos capítulos rs beijos

    Reply
  • August 19, 2017 at 2:05 am
    Permalink

    Nossa, que dificuldade de encontrar informações, hein? Realmente, é um dos lugares pouco explorados pelos turistas no Brasil (talvez isso seja bom, de certa forma). Mas agora tudo ficou mais fácil e já salvei tudo aqui porque com certeza irei visitar um dia. Muito obrigada por compartilhar tudo!! Ansiosa pelos próximos posts

    Reply
  • August 19, 2017 at 2:12 am
    Permalink

    Vocês são inspiradores. Sempre um roteiro mais Aventureiro que outro! Quero muito conhecer Amazônia, vou guardar este post porque tá cheio de dicas maravilhosas.

    Reply
  • August 20, 2017 at 3:58 pm
    Permalink

    Muito bom! Nossa, imagino como deva ser complicado planejar essa viagem. Mas o importante é que vocês curtiram muito. E não ficou lá caro! Gostei bastante do post. Liliam, minha esposa, tem muita vontade de conhecer a amazônia.

    Reply
  • August 20, 2017 at 4:21 pm
    Permalink

    Que legal o post de vcs! Resisti muito em fazer essa viagem e quando fui pensei: como demorei tanto?! Como vcs disseram… é um experiencia que todo brasileiro deveria ter. Ja quero ir de novo kkkk

    Reply
  • August 20, 2017 at 11:56 pm
    Permalink

    Uauuu… adorei o roteiro e já quero saber mais detalhes, já que realmente não é uma viagem simples de ser planejada!! Tenho muita vontade de conhecer!

    Reply
  • August 21, 2017 at 2:32 am
    Permalink

    Você é mostraram o que poucos blogueiros mostram: a tabelinha!!! Amei ter noção dos custos, pois ajuda a me programar! Nunca tive muita vontade de ir, mas acompanhar essa viagem de vcs bo insta despertou o monstro da Amazônia em mim! Rs. Parabéns!! Incrivel

    Reply
  • August 21, 2017 at 5:12 am
    Permalink

    Com muita vontade de conhecer a Amazônia! Adorei o relato com todos os detalhes! Esse nosso Brasil tem muita coisa linda pra ver ainda 🙂

    Reply
  • August 21, 2017 at 2:17 pm
    Permalink

    Acompanho a viagem de vocês pelo instagram e me admiro muito com a aventura que estão vivendo e cada lugar que compartilham!
    Realmente, esse é um dos destinos que menos encontramos informações na internet e nos parecem tão distante, mesmo vivendo tão perto! Que bom que irão mostrar mais desse belo lugar, vou acompanhar todas as dicas!

    Reply
  • August 21, 2017 at 2:48 pm
    Permalink

    Que bacana esse post! Já favoritei e gostaria de saber se o gasto de 4 mil e pouco é por pessoa?

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *